Não espere acabar o Carnaval para começar o planejamento da ECD e ECF

Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Não espere acabar o carnaval para começar o planejamento da ECD e ECF

Fique atento ! Começar o planejamento da ECD e ECF é a melhor opção.

Deixar pra última hora, pode não ser a melhor escolha. A RFB tem disponibilizado importantes atualizações referentes ao Sped Contábil – ECD e ECF, por isso é bom ficar atento aos detalhes.

É sábio que as obrigações acessórias não esperam por datas comemorativas, e diferente de muitos que acham que o Brasil só começa depois do carnaval, no âmbito fiscal e tributário isto não passa de um mito. Por isso é importante revisar alguns tópicos e observar com um olhar mais cuidadoso para não se surpreender lá na frente com possíveis erros de transmissão ou penalidades.

Nesse sentido é bom recordar que para o…

Sped ECD:

“Entrega anual até o último dia útil do mês de maio do ano seguinte ao ano-calendário a que se refira a escrituração.”

Sped ECF:

“Será transmitida anualmente ao SPED até o último dia útil do mês de julho do ano seguinte ao ano-calendário a que se refira.”

Vamos começar falando da ECD, que teve mudanças mais significativas nesse sentido.

Agora o que realmente mudou? As alterações mais significativas, no caso da ECD foram:

ECD – Leiaute 8: Passa a ser obrigatório o uso do leitaute atual para situações especiais ocorridas a partir de 2020.

Foram criados o Bloco C para a recuperação do saldo do ano anterior e outros campos:

  1. – Bloco C – construído pelo próprio programa (recuperação da ECD anterior).
  2. – Registro 0000 – Criação de três campos:
  3. Campo IND_CENTRALIZADA: indicativo de modalidade de escrituração centralizada ou descentralizada (0 – Escrituração centralizada; 1 – Escrituração Descentralizada).
  4. Campo IND_MUDANCA_PC: indicativo de mudança de plano de contas (0 – Não houve alteração de plano de contas; 1 – Existe alteração no plano de contas).
  5. Campo COD_PLAN_REF: código do plano referencial (códigos de um dos planos referenciais existentes ou vazio – na ECD não há obrigatoriedade de mapeamento).
  6. – Registro I051 – Exclusão do campo COD_PLAN_REF – código do plano referencial.
  7. – Registro J100
  8. Serão permitidas duas linhas de nível 1: Ativo Total e Passivo Total.
  9. Serão exigidos, no mínimo, três níveis.
  10. – Registro J150

 – Será permitida uma linha de nível 1: Resultado do período.

 – Serão exigidos, no mínimo, três níveis.

– Criação de três campos.

  • Campo NU_ORDEM: número de ordem da linha na visualização da DRE (será o campo que ordenará as linhas da DRE no momento da impressão).
  • Campo VL_CTA_ULT_DRE: valor total do código de aglutinação informado na DRE do período imediatamente anterior.
  • Campo IND_DC_CTA_ULT_DRE: indicador da situação do valor total do código de aglutinação da DRE do período imediatamente anterior (D = Devedor, C = Credor).

As mudanças da ECF, foram apenas alguns detalhes, mas que também merecem sua devida atenção

ECF – Leiaute 6: Criação do demonstrativo para contas do plano padrão da parte B (é construído pelo próprio programa da ECF).

  • Alterações em Tabelas Dinâmicas (serão publicadas no manual da ECF)

Alterações identificadas na comparação do leiaute realizada internamente:

  1. Bloco P: Lucro Presumido
  2. Novo percentual para Lucro Presumido: 38,4%
  3. Resumo Y600 – Identificação e Remuneração de Sócios, Titulares, Dirigentes e Conselheiros
  4. Inclusão de uma nova qualificação do campo QUALIF – 8 – Usufrutuário de Cotas ou Ações.
  5. Registro 0020: Parâmetros Complementares
  6. IND_ALIQ_CSLL alíquotas vigentes a partir da versão 6.00 – 9% e 15%

Dentre as alterações acima, destacamos a de maior impacto: a recuperação do saldo do ano anterior. Assim como já ocorre na ECF atualmente, isso implicará que toda alteração que houver após o período de entrega do arquivo seja retificada para não impactar a entrega do próximo ano.

Vale lembrar que só é admitida a substituição da ECD até o fim do prazo de entrega relativo ao ano-calendário subsequente. 

É importante realizar um planejamento antes de iniciar o Sped contábil ECD e a ECF, pois a qualidade das informações tem se tornado a cada dia mais relevante na hora da entrega. E qualquer erro ou divergência nos dados podem gerar multas e penalizações, inclusive quando não é respeitado o prazo.

Precisando de ajuda com a ECD e ECF?  A TSCTI – Soluções Fiscais está à disposição para te apoiar nesses projetos. Fale com um consultor e conheça nossa solução totalmente voltada para a sua necessidade, ou através de um BPO Fiscal ou BPO Contábil, deixando seus processos para nossa equipe gerenciar. Veja os benefícios que trará para a sua empresa aqui. Ficou em dúvida? Entre contato conosco.

Fique por dentro

Mais artigos

SPED REINF para produtor rural

SPED REINF PARA PRODUTOR RURAL Você sabia que quem tem relacionamento com agronegócio agora é obrigado a entregar o SPED Reinf? São 2 registros que

Prorrogação do prazo da SPED ECF 2020

Prorrogação do prazo da SPED ECF 2020

SPED ECF 2020: mudança de prazo de entrega. Muitas mudanças dentro desse cenário de pandemia ocorreram ao longo do ano. As dificuldades que o Covid-19